CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

Ano da Fé

Ano da Fé
Clique na imagem para aceder ao site oficial

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

JESUS DE NAZARÉ


O primeiro livro que eu gostaria de sugerir aos leitores do meu blog é (como não poderia deixar de ser) "Jesus de Nazaré" pelo Cardeal Ratzinger (agora Papa Bento XVI), editado pela Esfera dos Livros.

Quem conhecer o nosso actual papa, saberá que ele é um teólogo de alta craveira que ajudou a moldar o rumo do Concílio Vaticano II e cujo intelecto é muito admirado na comunidade teológica.

O sonho dele sempre foi escrever uma obra de exposição e sistematização da Cristologia (a parte da Teologia que concerne ao estudo de Cristo).

Infelizmente (ou será felizmente?!?!) o Espírito Santo sempre afastou Sua Santidade do seu projecto, quer com cargos fundamentais na Cúria, quer com as próprias chaves de S. Pedro.

Todavia, ainda assim, o Cardeal Ratzinger teve a oportunidade de publicar esta mini-obra de Cristologia, bastante acessível e elucidativa ao público em geral.

Quem a ler poderá ficar a conhecer melhor o significado (quer teológico, quer bíblico, quer histórico) do Baptismo de Jesus, das Tentações no Deserto, das Bem-Aventuranças, do Pai Nosso e do Sermão no Monte. Também descobrirá o significado de alguns dos títulos de Jesus (como "Filho de Deus") e a relação entre os actos de Jesus e as festas judaicas. Finalmente, verá respostas às acusações infundadas que visam pôr em oposição o Jesus Histórico e o Cristo da Fé. Em resumo, uma ferramenta inestimável para quem queira instruir-se na sua fé.


OBRIGADO PAPA!!!
P.S.: Infelizmente, o livro é muito escasso no que diz respeito aos significados da Encarnação, da Paixão e da Ressurreição... no entanto, tenho a leve suspeita (e posso estar enganado) de que este livro é apenas o primeiro...


Eis a sinopse, escrita pelo próprio Ratzinger:

"Quis fazer a tentativa de apresentar o Jesus dos evangelhos como o Jesus real, como o «Jesus histórico» em sentido verdadeiro e próprio. Estou convencido – e espero que também o leitor possa dar-se conta do mesmo – que esta figura é muito mais lógica e, do ponto de vista histórico, até mais compreensível do que as reconstruções com que deparámos nas últimas décadas. Penso que precisamente este Jesus – o dos evangelhos – seja uma figura historicamente sensata e convincente. Somente se aconteceu algo de extraordinário, se a figura e as palavras de Jesus superaram radicalmente todas as esperanças e expectativas de então é que se explica a sua crucifixão e a sua eficácia. Cerca de vinte anos após a morte de Jesus, já encontramos, no grande hino a Cristo da carta aos Filipenses (2, 6-11), uma cristologia plenamente desenvolvida, na qual se proclama que Jesus era igual a Deus, mas despojou-Se a Si mesmo, fez-Se homem, humilhou-Se até à morte na cruz, e agora é-Lhe devida a homenagem da criação inteira, a adoração que, no profeta Isaías (45, 23), Deus proclamara como devida apenas a Si mesmo. Com razão a pesquisa crítica se põe a pergunta: O que é que aconteceu nestes vinte anos que se seguiram à crucifixão de Jesus? Como se chegou a esta cristologia? A acção de formações comunitárias anónimas, cujos mentores se procura descobrir, na realidade não explica nada. Como é possível que grupos desconhecidos pudessem ser tão criativos, convencer e deste modo impor-se? Não é mais lógico, mesmo do ponto de vista histórico, que a grandeza do fenómeno se encontre no princípio e que a figura de Jesus, na prática, tenha feito saltar todas as categorias disponíveis e deste modo tenha sido possível compreendê-la apenas a partir do mistério de Deus?"

10 comentários:

Canela disse...

Ai... aí...

Ofereceram-me este livro, ainda não tive tempo...

Alma peregrina disse...

Mar:

Você mudou alguma coisa no seu perfil? O seu blog não permite que eu lhe aceda!

E quanto ao livro... bem, agora você já tem mais motivos para o ler!
:)

Pax Christi

Canela disse...

Já está... foi apenas um sobressalto!

MRB disse...

Creio que o meu namorado tem esse livro, hei-de lhe pedir emprestado:)!
Quanto à BD que estava pra fazer, demorou um pouco mas postei-a agora! Não sei se vais gostar, talvez tenhas imaginado as imagens de outro modo, mas aproveito pra dizer que gostei bastante desta experiência!
Aproveito ainda para dizer que gostei bastante dos últimos posts deste blog, obrigada por nos ajudares a peregrinar também:)
Beijinho!

Ecclesiae Dei disse...

Ainda não tive a oportunidade de ler, mas obrigado pela dica, agora vou buscá-lo.
Abraços

Alma peregrina disse...

Cara Mar com Canela:

Fico feliz!!!
:)
:)
:)




Cara MRB:
Gostei bastante!!! Vou pôr o link no meu blog!

Estou a imaginar uma actividade interblogues para esta Páscoa! Gostaria que tu (e aproveito para convidar também a Mar) participasses...
... mas só vou divulgar na Quarta Feira de Cinzas ehehe!

Claro que a adesão é voluntária, mas acho que vai criar um certo ambiente de unidade entre internautas católicos.

"So... do not adjust your set!"



Caro Ecclesiae Dei:

Tenha em atenção que, no Brasil, a editora é diferente... Se o google não me deixa ficar mal, é a editora Planeta Brasil.



Pax Christi

MRB disse...

suspense:P fiquei curiosa...

Alma peregrina disse...

MRB:

Tem de ser! Senão, como é que eu prendia a atenção dos meus leitores?

Sofram, meus queridos! Sofram!

Buá-áh-áh-áh-áh-áh-áh!!! (gargalhada maléfica)

:D
;)

Dennys Reys disse...

Saber mais sobre o Senhor é sempre bom.

Alma peregrina disse...

É verdade, caro Dennys.

Bem-vindo!
:)

Pax Christi.