CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

Ano da Fé

Ano da Fé
Clique na imagem para aceder ao site oficial

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

CULTURA DA VIDA

Em seguimento do post que publiquei abaixo, tenho aqui umas sugestões para a nossa actividade cívica, enquanto cristãos e seres humanos.
  1. Está a decorrer, neste preciso momento, um abaixo-assinado para a revogação da Lei nº 16/2007 de 17 de Abril, que permite o aborto a pedido. Bem sei que, provavelmente, estes esforços não irão resultar em nada... mas temos que ver que, durante muitos anos, os advogados das "causas fracturantes" também não colheram quaisquer frutos... no entanto, lograram os seus intentos, com persistência e resolução. Devemos aprender com eles, porque agora a Cultura da Morte quer colocar uma pedra sobre o assunto. Só conseguirão se nós o deixarmos. Nenhuma lei, nenhum partido, nenhuma ideologia e nenhuma maioria tem o direito de remover os Direitos Humanos a nenhum grupo de seres humanos. Não nos enganemos... os mais pobres entre nós são, actualmente, os não-nascidos... todos os outros têm assegurados (ainda que, por vezes, apenas na teoria) o seu direito a existir e, portanto, o seu direito a poderem usufruir dos demais direitos.
  2. No entanto, para quem considere que o abaixo-assinado supramencionado é fútil, tem mais este. Este abaixo-assinado é promovido pelo Catholic Family and Human Rights Institute e todas as assinaturas contam. Isto porque algumas instituições pro-choice lançaram um abaixo-assinado semelhante para que a O.N.U. consagre o direito ao aborto como um Direito Humano. A petição da C-FAM é, portanto, uma reacção, que pretende que o Direito à Vida da Declaração Universal dos Direitos Humanos seja respeitado pelo que verdadeiramente é. Também se pede que os pais tenham o direito de escolher a educação para os seus filhos (porque, como se sabe, um dos alvos das ideologias da Cultura da Morte é a Educação, muitas vezes à revelia dos pais). Trata-se de uma competição entre abaixos-assinados de pólos opostos: por isso, peço ao meu caro leitor (que ama a vida) que não deixe de assinar.
  3. Finalmente, temos a situação do Rei de Luxemburgo. As forças da Cultura da Morte parecem não ter qualquer respeito pelo funcionamento político, pelo estado de direito e pela constituição do seu próprio país, a fim de avançar a sua agenda (vide o respeito votado ao referendo português de 1998, em comparação ao respeito exigido pelo referendo de 2007). Parece que querem privar o Rei do seu poder de não reconhecer oficialmente a lei, a fim de poderem avançar com a legalização da eutanásia. Não é nada de novo, já o haviam feito em relação ao aborto e ao Rei da Bélgica. Ora, o Rei de Luxemburgo está a fazer aquilo que todos os chefes de Estado deveriam fazer: defender os mais fracos do seu país! É uma vergonha que os chefes de Estado de um regime "retrógrado" e "ultrapassado" pareçam estar a dar lições de Humanidade aos ditos regimes "desenvolvidos" e "modernos". Portanto, aqui está uma petição que visa dar o seu apoio ao Grão Duque Henry.
Actualização: Recebi o seguinte mail do Movimento Portugal Pró-Vida:
"Ex.mº Senhor Director de Programação da Rádio Renascença,
Há cerca de meio ano que as «Veladas pela Vida» vêm lançando um pouco de Luz sobre a fria noite do aborto em Portugal. As «Veladas pela Vida» consistem na Oração do Terço todos os dias 25 às portas de hospitais e maternidades onde se fazem abortos. Realizam-se simultaneamente pelas 21h00, de norte a sul do país.
No próximo dia 25 de Dezembro, excepcionalmente, a Velada será feita em família, colocando-se uma vela a arder junto das janelas. Ainda assim, um grupo da diocese de Leiria-Fátima se prepare para o fazer como habitualmente frente ao Hospital de Santo André, em Leiria. Esta é a primeira "Velada" realizada no dia de Natal e o guião será distribuído por email para todo o país. As meditações inspiram-se no livro «Rosário pela Vida» de P.e João Pimental, contando com o IMPRIMATUR de D. Jorge Ortiga.
Por estas razões e pela urgente necessidade de travar um flagelo que já matou "legalmente" cerca de 17.942 bebés em Portugal, pensamos que é muito importante dar a esta Velada uma voz qmais forte, permitindo às famílias em casa estarem unidas em Espírito ao grupo de Leiria-Fátima.
Os amigos e ouvintes da Renascença que fizeram da «Emissora Católica Portuguesa» o que hoje ela é - e designadamente os leigos - sentem-se agora no direito de esperar o mesmo apoio da Rádio Renascença para as suas iniciativas. Nessa medida vimos propor que a Renascença transmita em directo a "Velada pela Vida" de 25 de Dezembro.
Votos de Feliz Celebração do Nascimento d’Aquele que é Vida
"
Pedimos aos cristãos espiritualmente solidários com as "Veladas pela Vida", ouvintes da Rádio Renascença, que nos ajudem apelando por email à Emissora Católica para que transmita directamente a próxima «Velada pela Vida».
Recordemos-nos da época em que estamos. Recordemos-nos das leituras recentes das Escrituras, segundo as quais nós seremos julgados pelo auxílio que NÃO prestamos aos nossos semelhantes. Recordemos-nos de como o próprio Jesus Cristo, um humilde bebé, foi rejeitado por todas as casas de Belém. Recordemos-nos de como Maria (a mais perfeita dos seres humanos) foi colaboradora da Salvação, dando o seu fiat à Vida que Deus lhe ofereceu.
Qui tacet consentit

4 comentários:

Kenosis disse...

Pax Christi, irmãozinho! Deus Amor lhe pague as amáveis palavras! Sim, é um Santo nobre o querido São João da Cruz, e quanto nos ajuda na caminhada espiritual, que hoje em dia anda tão relegada, esquecida...E sim, pensemos em Jesus bebê, em Sua Humanidade. Sta Teresa d'Ávila dizia da import^ncia em meditarmos na Sua Humanidade...Fique com Deus Amado e que Ele e a Mãezinha lhe abençoem muito e a este espaço cheio de Deus Amor! Que ele seja mesmo um descanso a todos nós peregrinos do Amor!Abços in Domino et Maria semper!

Kenosis disse...

Oi irmãozinho! Bem, como vc já é meu contato, queria dizer que o Selo que está lá"Este Blog é de Céu" é para vc também! Forte abço!

Alma peregrina disse...

Cara irmã Kenosis:

Agradeço-lhe do fundo do coração! Fico muito sensibilizado!!!
:)

Peço desculpa pela questão, mas a minha ignorância deve-se à minha inexperiência em termos bloguísticos. Quando se recebe um prémio basta colocar a imagem respectiva na coluna lateral ou existe algum "truque" informático para aceita-lo?

Pax Christi

Kenosis disse...

Olá, irmãozinho!Pax Christi! Também não sou muito versada no meio bloguístico, só sei um pouco, mas o que sei lhe passo. Bem, me parece que aceita os Prêmios ou Selos quem quer. Aí depende de cada um. No mais, ainda dependendo do desejo de cada um, pode-se colocar na coluna ao lado, pode-se fazer um agradecimento na coluna do meio, pode-se junto ao agradecimento repassar os Prêmios ou Selos a outros Blogs, ou fazer tudo junto...rs...É bom prestar atenção a Prêmios e Selos que são individuais e não são para ser repassados. Mas a maioria pode repassar e creio ser bom fazer isso pelo entrosamento e contato com os irmãos. Bem, há também quem não goste e por isso não os recolhem. Eu, particularmente, gosto porque para mim é uma manifestação de carinho e amor ao próximo. Teresa de Calcutá dizia que o sorriso é o nosso primeiro ato de caridade e amor...Então, talvez também seja o distribuir Selinhos como um ato de carinho e amor ao próximo. O amor é feito de gentilezas, delicadezas e amabilidades...Bem, é o que sinto.E quem é que não gosta de carinho?...Espero ter ajudado um pouquinho, irmãozinho.Fique com Deus Amor e a Mãe do Amor! Eles lhe abençoem e guardem sempre! Abços Neles!